Namastê

Por Vanessa Henriques

Li outro dia uma extensa reportagem sobre meditação. Crianças, adultos, idosos e o Prem Baba fazem e adoram. É a conexão do corpo com a mente, melhora a concentração, reduz a ansiedade, ajuda no desempenho no trabalho ou na escola. Sem contraindicações.

Tudo é muito bonito, pena que pareça tão distante. Comecemos pelas indicações da reportagem:

Escolha um ambiente confortável e silencioso” — ora, todos sabemos que essas condições são excludentes. Minha cama é confortável, mas tem o barulho da janela. A sala é espaçosa, mas tem a TV. É uma grande análise combinatória essa vida.

Escolha um cômodo tranquilo, de preferência à meia luz” — essa tá fácil, já que a luz da sala queimou faz algumas semanas e até agora não tomei coragem de trocá-la…

Use roupa confortável; dispense qualquer roupa que aperte, incomode ou prenda” — Ganha um doce com o rostinho do Dalai Lama quem encontrar uma roupa feminina que tenha todos esses requisitos.

Coloque uma almofada sob o bumbum [risos] para a apoiar a região sacrococcígea. Em seguida, sente em uma posição bem confortável” — Desafio 2: pedir para alguém com escoliose moderada encontrar uma posição confortável sentado numa almofadinha no chão.

Mantenha os olhos bem fechados” YES, essa eu consigo!! “A coluna deve ficar ereta durante todo o exercício” Foi por pouco…

O meu preferido, para finalizar: “Não medite logo após as refeições nem com o estômago vazio”. Senta aqui, querido repórter. Esto no ecxiste (leia com voz de padre Quevedo). Ou eu medito ao acordar (barriga vazia) ou depois do café (barriga cheia) ou depois do trabalho (barriga vazia) ou depois da academia (barriga vazia) ou depois da janta (barriga cheia). Não consigo me lembrar da última vez que alcancei esse estágio intermediário que você diz existir.

Antes que perguntem, não tenho nada contra a meditação. Já frequentei umas boas aulinhas de yoga, com tempo para meditação no final. É uma delícia, recomendo a todos.

Minha revolta tem uma origem mais, digamos, estrutural. É muito fácil recomendar meditação quando todo mundo anda nervoso, ansioso e à beira de um ataque de nervos. Parece até bacana falar isso.

Mas não é bem por aí. Somos cada vez mais exigidos no trabalho, o bendito celular nas mãos o tempo todo (para a vida e para o trabalho), a ridícula necessidade de viajar e tirar fotinhos bonitas para postar nas redes sociais, a Rita Lobo falando para cortar os ultraprocessados, o instrutor da academia te olhando torto ao ver seu pneuzinho ressurgindo, e eu poderia continuar nesta lista por alguns dias.

Sabe quando você está tiririca da vida e alguém fala com a maior tranquilidade “Fica caaaaalma”? É isso que estão fazendo conosco. Opa, vocês estão ansiosos, sobrecarregados, precisam tomar whey, ser bem-sucedidos, transar muito, ser ricos,  culpa de vocês, vão fazer uma meditaçãozinha para relaxar.

Quer saber? Eu acho que tá todo mundo relaxado demais. Quem passa o dia encostando a região sacrococcígea numa cadeira de escritório não devia ficar assim tão calmo. Tá faltando mais revolta antes da gente chegar ao estado de mindfullness — ou cabeça cheia de vazio, em tradução livre e jocosa. Meditar no caos não resolve nada, só nos torna um pouquinho mais dóceis.

Ainda assim, recomendo a meditação — seja lá qual forem as condições possíveis. É preciso estar preparado e equilibrado para melhorar todo o resto. Ou para, pelo menos, estar mais zen quando seu chefe insinuar que você poderia ficar mais calminha.

Namastê! A irritadinha que habita em mim, saúda a irritadinha que habita em você!

 

Anúncios

2 thoughts on “Namastê

  1. Sensacional essa crônica, já é una das minhas favoritas! E vamos seguindo, todos irritadinhos, no nosso traslado diario.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s