Sumiço

Por Vanessa Henriques

Na última semana não tive tempo de escrever nenhuma crônica. Também não tinha — como às vezes acontece — um texto providencialmente pronto apenas aguardando seu momento de ser publicado. Tenho alguns guardados, é verdade, mas nenhum deles foi publicado por algum motivo: muito longo, muito curto, muito bobo, muito particular. Permanecem, então, guardados em um cantinho do castigo cibernético aguardando uma reavaliação mais generosa.

O motivo pelo qual eu não escrevi uma crônica é porque descobri, há algumas semanas, que haveria um concurso de contos em minha escola de idiomas. Muito apressada, resolvi participar, afinal eu tenho um blog, eu gosto de ler, tenho alguma afinidade com a escrita… Parecia uma boa.

Passei semanas matutando qual seria o melhor tema, o melhor enfoque e o tom do texto, sem chegar a nenhuma conclusão decente. O relógio, esse inimigo dos escritores e escrivinhadores, continuou correndo até que faltasse apenas uma semana para entregar o bendito conto.

Aliás, vem ao caso revelar que escrevo crônicas justamente para fugir de contos. Digo isso agora, depois de semanas de sofrimento e com o conto entregue, afinal é assim que funciona a mente de uma pessoa teimosa.

Estas semanas, vamos supor que foram três, se dividiram no mais clássico estilo- estudante-de-colegial: na primeira não valia a pena começar, tinha tanto tempo para escrever… Era de bom tamanho pensar em algum tema. Na segunda a coisa começou a apertar, e peguei um bloquinho para anotar as idéias que tive na semana anterior. Na terceira sim, comecei a escrever.

Eis o dilema desta que vos fala: eu não gosto de fazer as coisas de última hora, como ficou claro no paradigma do ponto de ônibus. Pior do que escrever o conto, foi me encontrar nesta situação da qual eu fujo sempre. Pois é, desci depois do ponto. Não depois, vai, no ponto, afinal entreguei a desgraça do conto no último dia possível.

Quando souber algum resultado, e não precisar manter a exclusividade do material — de muita qualidade, claro —, publico o conto com referência a este post. Ou seria isso uma crônica?

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s