Ano II

Ana Cláudia

 

Vocês devem estar pensando: porque a Ana Cláudia não tem desenho??

Porque eu não a conheço (ainda!!) pessoalmente, portanto não me senti inspirada para retratá-la na arte palitística rs! Espero que ela me entenda!!

 

“Atendendo seu pedido, estou enviando minhas crônicas favoritas ‘da vida’ e do seu blog;  vamos lá: demorei mas encontrei  esta crônica-poesia do Paulo Mendes Campos, um autor que eu lia muito, tempos atrás (lá pelos 20 e poucos anos). É uma crônica meio triste, mas carregada de sentimento, bem ao estilo do que eu gosto de ler e o final é primoroso! Vamos a ela: FRAGMENTOS EM PROSA

Agora a sua crônica que eu mais gostei foi a ‘Retina‘ também – fazendo coro a algumas pessoas que comentaram – havia outra na qual você falava sobre a casa vazia (?); também gostei muito dessa mas não consegui lembrar o nome… Então, são essas duas mesmo.”

 

Ninguém lembra o título ‘daquela crônica que tinha uma casa’ que se chama… A Casa!! rs Essa crônica foi gestada com muito carinho, por meses e meses, sem saber que um dia ela seria uma crônica. Talvez eu seja muito avoada ou muito observadora (vai saber!), mas não consigo deixar de olhar certas casas, árvores e tantas outras coisas pelo caminho — com suas histórias próprias e desconhecidas — e imaginar passados, presentes e futuros. Como diz o próprio texto, o importante é ter um porto seguro onde as ideias possam se refugiar, mesmo as mais bobas e talvez sem sentido.

E olha só, estamos saindo do monopólio do Antônio Prata! Nunca li nada do Paulo Mendes Campos, ta aí a oportunidade!

Obrigada Ana pela presença, e aguardo suas novidades também no mundo da escrita.

Abraços,

Vanessa

Anúncios

One thought on “Ano II

  1. Vanessa: eu é que agradeço o convite e a oportunidade de divulgar o Paulo Mendes Campos por aqui. É claro que ele (embora esteja meio esquecido) não precisa de divulgação, mas vale sempre a pena lembrar deste cronista das antigas que foi certamente, influência para os antônios pratas de hoje. Bom, eu acho que para qualquer cronista dos atuais chegar ao lado dele, falta ainda muuuuuuuuuito chão rs Gosto um pouco do Antônio Prata mas ele é muito incensado e eu desconfio disso (basta lembrar onde o incensamento do nosso futebol foi parar nessa copa rs), os bons de verdade ficam, os muito endeusados em suas épocas, desaparecem e o tempo se encarrega de mostrar isso. Bjs e que venha o terceiro ano do seu blog e novos pedidos como esse ! :-))

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s